woman-is-leaning-on-stick-during-visit-t

DOENÇA ARTERIAL PERIFÉRICA

A obstrução das artérias dos membros inferiores por aterosclerose diminuí o fluxo de sangue para as extremidades provocando dor muscular ao caminhar (claudicação - dor nas pernas ao caminhar), dor em repouso (dor nas pernas em repouso),  feridas crónicas nos dedos e pés (úlceras arteriais) e em casos severos gangrena.

 

Os principais factores de risco são:

  • Tabaco

  • Diabetes mellitus

  • Hipertensão arterial

  • Dislipidemia

  • Insuficiênica renal

O diagnóstico baseia-se na avaliação médica e palpação de pulsos, complementada com o doppler arterial e índice tornozelo-braço. O índíce tornozelo-braço permite ao médico quantificar a diferença de pressão arterial entre os membros superiores e inferiores e assim confirmar o diagnóstico.

O tratamento de primeira linha é o tratamento médico com fármacos que visam a redução do risco cardiovascular e debelar a progressão da doença.

Em casos selecionados poderá ser necessário intervenção cirurgica ou por via endovascular (cateterismo) para aumentar o fluxo de sangue na extremidade.

 
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • LinkedIn Social Icon
  • ResearchGate
  • doctoralia

©2020 by Dr. Vitor Ferreira.