©2019 by Dr. Vitor Ferreira.

    Varizes na gravidez. O que fazer?



    As varizes durante a gravidez são muito frequentes e são um motivo de preocupação e de avaliação em consulta.


    As varizes das pernas são veias superficiais dilatadas, tortuosas, que impedem a normal circulação do sangue venoso. Muitas mulheres apercebem-se do aparecimento das varizes durante a gravidez.

    Mas quais são os sintomas das varizes durante a gravidez?


    As varizes muitas vezes são assintomáticas, ou seja, não provocam queixas mas também podem manifestar-se com dor e desconforto local. Associam-se também a sensação de peso nas pernas, inchaço, formigueiro e cansaço. As queixas de pés inchados ou tornozelos inchados também são muito comuns.


    Porque é que aparecem as varizes na gravidez?

    Embora possam aparecer noutras alturas da vida de uma mulher, a gravidez aumenta esse risco. A pressão exercida pelo útero na região abdominal e pélvica comprime as veias pélvicas que drenam o sistema venoso dos membros inferiores. Por outro lado, as alterações hormonais durante a gravidez também contribuem para a dilatação e aumento do fluxo das veias superficiais dos membros. Por vezes aparecem também varizes vaginais, vulvares ou varizes pélvicas.

    O que fazer para evitar varizes nas pernas durante a gravidez?

    Existem algumas dicas e conselhos para prevenir o agravamento da doença venosa durante a gravidez dos quais destacamos:


    • Caminhar diariamente: as pernas precisam de movimento normalmente, e mais ainda na gravidez, pois os pés incham e os movem é o melhor estímulo para que o sangue circule da maneira mais normal possível.

    • Evite sapatos de salto alto. Os sapatos rasos exercitam mais os músculos gémeos que são a principal bomba motora da circulação da venosa.

    • Mantenha uma postura correta: durante a gravidez, não é aconselhável estar na mesma posição por mais de uma hora consecutiva, pois isso não é benéfico para a circulação sanguínea.

    • Elevação das pernas por períodos durante o dia para permitir a drenagem dos fluidos.

    • Uso de meias de descanso - consulte o seu médico para avaliar que tipo de meias são mais indicadas para o seu caso.

    • Duche de água fria para ajudar a vasoconscrição e diminuir a sensação de peso e cansaço.

    Como tratar as varizes na gravidez?

    Durante a gravidez não é recomendando fazer tratamento invasivos ou farmacológicos. O ideal é manter os conselhos do dia a dia referidos no ponto anterior, principalmente o uso de meias de contenção elástica e a drenagem e elevação das pernas.


    Após o parto, algumas varizes poderão regredir parcialmente e o tratamento nem ser necessário. As varizes que se mantiverem deverão ser avaliadas em consulta médica para definir a melhor estratégia de tratamento.


    Que complicações podem ter as varizes durante a gravidez?


    A principal complicação que pode ocorrer é a formação de um coágulo nas veias superficiais varicosas (tromboflebite ou flebite). Trata-se de uma situação aguda que necessita de avaliação médica urgente de forma a instituir o tratamento rapidamente e prevenir a propagação do trombo. Os sintomas mais frequentes são dor intensa no local de uma variz, com sinais de inflamação (rubor, calor e dor).

    Quem tem varizes pode ter parto normal?


    Sim, as varizes não interferem no processo normal do parto. O seu médico deve ser informado sobre a presença das varizes e de algum episódio de flebite anterior.


    No caso de outras dúvidas ou questões entre em contacto connosco!


    14 views

    Famalicão

    arrow&v